FALANDO FRANCAMENTE

JEITINHO BRASILEIRO “Ao utilizar o diminuitivo eu negocio”

O famoso jeitinho brasileiro possui diferentes leituras, diferentes formas de interpretação. Geralmente o lado negativo desse jeitinho é quando o beneficiado não somos “nós”.

240_F_202841995_snEwWdGbWTPGYKvYQad8NuNBN0PIZBGH

Essa forma rápida de resolução de problemas e driblar nossa burocracia (que não são poucas) pode ser interpretada como expertise, mas também pode ser vista como corrupção. Ou será que a corrupção só está nas mãos de quem possui o poder?

Essa é uma posição mascarada por muitos que apenas consideram corrupção quando a grande maioria perde, quando um voto de confiança na política não é correspondido.

Será que a corrupção no poder não seria apenas o retrato da nossa sociedade? Ou foram os políticos que transformaram uma nação? De modo que sendo eles observados em suas ações não puníveis, por que não posso “eu” fazer também?

Corrupção-e-democraciaVamos pensar um pouco na história desse jeitinho, o que é para muitos estudiosos e sociólogos a porta de entrada para a corrupção, é a ilusão usada em benefício próprio.

Segundo a história essa fama surgiu em 1946 quando foi descoberta por um médico estrangeiro que teve seu visto alterado para agrônomo para facilitar sua regularização no nosso país. Foi muito usada na mídia em 1950, mas só registrada e oficializada mesmo com essa expressão em 1982.

Podemos levantar algumas questões que provavelmente não existiriam se nosso país não nos desse tantas vantagens para aplicar o famoso jeitinho brasileiro. O não cumprimento das leis e das obrigações, um país onde os direitos de alguns cidadãos são tirados pelo simples fato de os deveres de outros não serem cumpridos.

Será que existiria pessoas adeptas a essas facilidades e criatividade independente da herança se nosso país não nos permitisse tantas brechas?

240_F_105952511_P5Z03MZ6KupnSkUncqwWmKS5ip7gDcUS

Pessoas podem tirar carta de motorista mesmo não estando preparadas para irem as ruas somente por terem condições de pagar por ela, independente de sua preparação.

Pessoas que possuem uma aquisição diferenciada em nosso país “podem” beber e dirigir, causando acidentes, até quem sabe matar alguém, não tendo sua vida privada da liberdade pelo simples fato de não possui antecedentes criminais e por terem dinheiro para pagar a fiança.

240_F_105969603_ZflNIPHJtVhcuN9Ky7RWPuajZtRdfL05

Daí indagamos, porque obedecer às leis quando se tem dinheiro? E para quem não possui esse bem tão precioso, será sinônimo de honestidade e obediência? Sabemos que não, não é à toa que nós nos tornamos um dos países mais conhecidos pela malandragem.

Posso “cortar” uma fila, compro mesmo sabendo que não poderei pagar, falsifico um atestado… Inúmeras são as formas de se usar o jeitinho brasileiro.

Nossas leis foram tão bem pensadas que à solução para tudo até mesmo para as brechas. E na nossa política? Para que tantos partidos se todos estão ali em prol da mesma finalidade, nosso Estado! Infelizmente não é bem assim, cada um tem uma maneira de pensar em si mesmo.

240_F_105710850_587QWOSkV163L5VbAT8sBsFGdR8BhGLc

A verdade é que todo país tem seu jeitinho, cada um no seu estilo, uns mais, outros menos, a quem diga que uns por aí não sabem nem o que isso significa, mas nós sabemos e sabemos muito bem, quem não se aproveita dessa vantagem competitiva infelizmente não está isento de ficar para trás por quem a pratica.

Também não tenho a síndrome de cachorro vira-lata de achar que só os outros países têm jeito e que somos inferiores, acredito sim no futuro da nação e que dias melhores virão, mas só virão através dos estudos e da educação, afinal o futuro depende da nossa geração.

240_F_83130155_mgvlf0GVjM4WgtfK4nVsz1c2GK7SlW1O

“Na vida, só não há jeito para a morte”. (Miguel de Cervantes)

Escrevi este texto quando ainda estava na faculdade numa aula sobre jeitinho brasileiro. Quis trazê-lo aqui como forma de reflexão já que estamos em um momento tão importante de grande poder de decisão sobre nossos novos líderes governantes.

Vamos pesquisar bem, afinal não é só o presidente que governa uma nação.

_________________________##__________________##____________________________________________

Se você leu até aqui, deixe sua curtida, compartilha o post para que outras pessoas possam conhecer o blog. Deixe seu comentário, gostaria muito de conhecer você e saber sua opinião.

Um beijo e bom final de semana.

Voltarei na próxima terça.

bitmoji-20180719052736

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s